A olheira é um mal que acomete homens e mulheres de todas as idades. Queixa muito comum nos consultórios que até há um tempo atrás existiam poucos tratamentos efetivos.

Com a evolução dos tratamentos, por  ser uma queixa muito frequente, inúmeras possibilidades apareceram para atenuar esse aspecto de “cansaço”, “sono” e até mesmo de “envelhecimento”.

Um tratamento nas olheiras bem feito deixa o rosto mais harmônico gerando um alto índice de satisfação dos pacientes.

Tratamento deve ser feito com análise individual para cada tipo de olheira, pois nem todas se tratam da mesma forma. Ou seja, diagnóstico incorreto fará o paciente investir num tratamento sem resultado.

Quais os tipos de olheiras? E quais seus tratamentos?

  1. Afundamento: Uma das olheiras mais comuns. Preenchimentos com ácido hialurônico é a melhor opção.
  2. Escurecimento por Manchas: Clareadores, peelings, luz pulsada e lasers.
  3. Escurecimento sem manchas: Carboxiterapia.
  4.  Aumento de telangiectasias locais (vasinhos): Lasers e luz pulsada

Já usei muitos cremes para olheiras e nunca vejo resultado. Por que isso acontece?

Justamente por existir vários tipos de olheiras. Cada uma delas exige um tratamento diferente. Então o segredo é encontrar um profissional experiente para fazer o diagnóstico correto da sua.

É necessário afastamento das atividades após o tratamento das olheiras?

Não. O que acontece em alguns tipos de tratamentos para olheiras é ficar algum leve inchaço ou marca que é visível. Então o afastamento das atividades é opcional e quem decide é o paciente.

Fale conosco agora!

Clique no botão e tire suas dúvidas via WhatsApp com uma de nossas secretárias.